PROJETOS

Home >> PROJETOS

RELAÇÕES ECONÔMICAS INTERNACIONAIS NA AMÉRICA LATINA Y CARIBE: TRANSNACIONALIZAÇÃO DO CAPITAL, ESTADO E CLASSE DOMINANTE (1982-2015)

Resumo

O presente projeto de pesquisa -desde uma perspectiva interdisciplinar e a través de uma série de interrogantes que colocaram em relação a estrutura econômico-social e a incidência das instancias políticas dos países de América Latina y Caribe- tem por objetivo general identificar, analisar e explicar os processos de transnacionalização econômica na região examinando em detalhe as implicâncias de esta configuração tanto no plano econômico e social como no jogo de interesses e a toma de decisões públicas tanto internas como externas.

O período sob estudo vai desde o início da crises da dívida latino-americana e caribenha no ano 1982 até a atualidade. De este modo, o trabalho nos enfrenta com os rasgos da ação do imperialismo sob distintos modelos econômicos e suas consequências em diferentes contextos territoriais.

Período do Projeto: 13/03/2017 a 01/08/2023

Diretor: Fernando Romero Wimer

Auxilio Financieiro: UNILA (17/12/2019 hasta 15/12/2019) Edital PRPPG-UNILA N° 80/2019

INTEGRAÇÃO EDUCATIVA NO MERCOSUL: O CASO DA REVALIDAÇÃO E O RECONHECIMENTO DE TÍTULOS UNIVERSITÁRIOS

Resumo

O Mercado Comum do Sul (MERCOSUL) é um projeto de integração sub-regional que nasceu em 26 de março, 1991, após a assinatura do Tratado de Assunção por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai. Embora este bloco tenha sido desenvolvido nos fatos como uma união aduaneira, o Tratado de Assunção continha uma série de idéias para alcançar uma profunda integração, inclusive em torno do ensino básico e superior. Assim, nota-se que desde o início do MERCOSUL foram criadas instancias e medidas políticas destinadas a educação, incluindo no que respeita ao reconhecimento e revalidação de diplomas universitários de grado e de pós-graduação.

Neste projeto, queremos examinar o caso da integração educacional no MERCOSUL, com ênfase nos países da região trinacional: Argentina, Brasil e Paraguai. Mais especificamente, queremos abordar o fenómeno da transnacionalização educacionais, mecanismos e limitações de reconhecimento e revalidação de diplomas universitários e pós-graduação, a validação dos povos na Tríplice Fronteira, e seu impacto sobre as subjetividades dos atores envolvidos no processo de aprovação.

Em termos metodológicos, recorreremos à estratégia de triangulação, utilizando técnicas de pesquisa qualitativa, especialmente, levantamento e análise de fontes escritas primárias e secundárias, e realização de entrevistas.

Período do Projeto: 19/11/2018 a 16/11/2020

Diretora: Paula Fernández Hellmund

Auxilio Financieiro: UNILA (04/12/2018 hasta 04/12/2020) Edital PRPPG-UNILA N° 137/2018

CAPITAL ESTRANGEIRO, EXTRACTIVISMO E CONFLITO SOCIAL NA AMÉRICA CENTRAL E NO CARIBE (1990-2018)

Resumo

Desde o final do século XX, assistimos ao surgimento de um modelo de acumulação do tipo extrativista que faz parte do surgimento do neoliberalismo e da reprimarização das economias latino-americanas. A América Central e o Caribe não são a exceção a esse fenômeno, relacionado não apenas às mudanças ocorridas no sistema capitalista desde o final do século passado, mas também à relevância dessa região em termos de diversidade sociocultural e recursos naturais. Da mesma forma, a região possui recursos minerais, energéticos e hídricos, que, juntamente com seu caráter de ponte entre a América do Sul e do Norte, o Mar do Caribe e o Oceano Pacífico, conferem a ela um caráter geopolítico altamente relevante.

A exploração de recursos locais e a instalação do modelo extrativista vêm se expressando por meio de ações de empresas nacionais e estrangeiras que contam com o apoio de estados locais. Da mesma forma, as populações afetadas por esse modelo vêm gerando inúmeras marchas e atos de protesto, o que levou à criminalização, judicialização e repressão dos conflitos sociais pelos estados nacionais.

Dessa forma, a presente proposta visa analisar a dinâmica do capital estrangeiro na América Central e no Caribe e os impactos políticos, econômicos e socioambientais da intensificação do modelo extrativista na região no período entre 1990 e 2018.

Período do Projeto: 01/08/2018 a 01/08/2024

Diretora: Paula Fernández Hellmund

×
%d blogueiros gostam disto: